top of page
Buscar
  • Foto do escritorProjeto TEAR

Projeto usa teatro como forma de ressocialização em unidades de internação

Matéria de Fernanda Bastos para o Correio Braziliense


Projeto que usa método do Teatro do Oprimido promove aulas abertas ao público, em São Sebastião, e a adolescentes em unidades de internação


Libertar-se e ser quem você é são os propósitos centrais do projeto Troca de Experiências Artísticas e Reinserção (Tear). Pelo segundo ano, a iniciativa realiza revoluções pessoais por meio do teatro dentro de unidades de internação. Em 2019, a novidade é que as aulas chegaram ao Câmpus São Sebastião do Instituto Federal de Brasília (IFB). Durante três meses, os participantes terão acesso a aulas com diferentes atividades baseadas no Teatro do Oprimido (leia Para saber mais).

O objetivo central do grupo à frente do projeto, a Estupenda Trupe, é a democratização da cultura baseada na premissa de que todo ser humano é capaz de produzir, discutir e apreciar a arte. O trabalho realizado nas oficinas do Tear é de empoderamento, de uso da arte para autoconhecimento e para transformação, garante Luciana Amaral, 32, arte-educadora e participante da Estupenda Trupe.


Leia na integra em:

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page